<% Dim iRecordCount Dim strSQL Dim cnnSearch Dim rstSearch Dim iRecordCount1 Dim strSQL1 Dim cnnSearch1 Dim rstSearch1 Dim iRecordCount2 Dim strSQL2 Dim cnnSearch2 Dim rstSearch2 Set cnnSearch = Server.CreateObject("ADODB.Connection") cnnSearch.Open "Provider=Microsoft.Jet.OLEDB.4.0;Data Source=C:\Inetpub\vhosts\forumdafamilia.com\db\peticao.mdb" strSQL = "SELECT * " _ & "FROM Peticao " _ & "ORDER BY id;" Set rstSearch = Server.CreateObject("ADODB.Recordset") rstSearch.Open strSQL, cnnSearch, 3, 1 iRecordCount = rstSearch.RecordCount rstSearch.Close Set rstSearch = Nothing cnnSearch.Close Set cnnSearch = Nothing %> Fórum da Família - Petição

 

Petição contra a discriminação

 dos pais casados e viúvos em sede de IRS

 

 

Exmo Senhor Presidente da Assembleia da República

Exmo Senhor Primeiro-Ministro

Exmo Senhor Ministro das Finanças

 

O código do IRS penaliza fortemente os pais casados ou viúvos, ao não permitir que possam deduzir ao seu rendimento o valor de 6.000 Eur por filho, permitindo aos pais com qualquer outro estado civil fazê-lo através da pensão de alimentos, o que é uma inaceitável violação dos artigos 13º, 67º e 104º da Constituição da República Portuguesa, entre outros.

 

Considerando que:

 

1 –Sendo certo que o casamento goza de garantia institucional específica na nossa ordem constitucional, é verdade também que nenhum cidadão pode ser discriminado em função do seu estado civil;

2 – Por outro lado, verifica-se que o estado civil vem sendo tornado cada vez menos relevante em uma série de situações da vida, tendo mesmo sido eliminado no novo “Cartão do Cidadão”, que visa substituir o Bilhete de Identidade e outros cartões;

3 – A injustiça desta discriminação em sede de IRS foi já reconhecida publicamente pelo actual Ministro das Finanças no programa “Prós e Contras” promovido pela RTP1 no passado dia 6 de Novembro de 2006, como pode ser visto em http://www.youtube.com/watch?v=f-e5FtLczYU;

4 – Esta  injustiça fiscal produz ainda efeitos sociais gravíssimos na medida em que é  geradora de incentivos perversos sobre a estrutura familiar, potenciando a sua instabilidade.

5 – Esta situação afecta cidadãos independentemente da sua ideologia política e simpatia partidária, não tendo sido ainda resolvida pelos governos anteriores, de várias cores políticas, não sendo, portanto, uma questão de ordem ideológica ou político-partidária;

6 – Sendo, actualmente, o número de crianças e jovens filhos de pais casados ou viúvos igual a metade do seu número total, isto é, igual ao número de crianças e jovens de pais com outros estados civis, esta questão pode ser resolvida sem qualquer encargo adicional para o Estado, fazendo com que todos os pais, independentemente do seu estado civil, possam deduzir metade do valor actualmente permitido apenas para os pais não casados ou não viúvos;

 

Os cidadãos abaixo enumerados reclamam que:

 

- A partir do próximo Orçamento do Estado, os pais casados ou viúvos possam ter, relativamente aos encargos com filhos, o direito às mesmas deduções no IRS que os pais com outros estados civis.

 

Nome completo:(*)
Nº BI : (*)    Distrito ou R. A. onde vive(*) 
Email:

(para receber notícias da petição)

  (*) - campos obrigatórios

 

Já assinaram <%= iRecordCount %> pessoas

ver a lista dos assinantes da petição

 

Para saber mais

 

peticao@forumdafamilia.com

Esta petição tem o apoio de:

ADAV Coimbra

Associação Famílias

Associação Mais Família

Associação Mulheres em Acção

Associação Portuguesa de Famílias Numerosas

Associação Portuguesa de Síndrome de Asperger

CEIFAC - Centro Integrado de Apoio Familiar de Coimbra

Centro de Orientação Familiar

CNAF - Confederação Nacional das Associações de Família

Federação Portuguesa pela Vida

Federação Regional das Associações de Pais de Viseu

In Familia