Público - 20 Jan 07

 

Ecografias e vídeos mostrados numa "consulta" com cardiologista pediátrico

Uma dezena de jovens, um suporte com um ecrã de vídeo e um cardiologista e cirurgião pediátrico a explicar detalhadamente a evolução do embrião até às dez semanas. Os grupos do "não" ao referendo sobre a interrupção voluntária da gravidez voltaram a recorrer à projecção de imagens (ecografias tridimensionais e bidimensionais e vídeos) para argumentar a mensagem do "valor da vida". Desta vez, a iniciativa partiu do movimento de jovens Diz Que Não!, que "marcou um consulta" com o médico José Diogo Martins, do Hospital de Santa Marta, para que este explicasse "uma ecografia de um bébé de dez semanas". A "consulta" decorreu, ontem à tarde, numa das salas do consultório do cardiologista, em Lisboa, e porque o médico considera que "as imagens valem mais do todas as palavras que podem ser ditas", os jovens assistiram ao visionamento de diferentes ecografias de embriões com nove e dez semanas. Não faltou sequer a audição dos batimentos cardíacos num dos filmes projectados. "Às 10 semanas, o coração do feto assemelha-se muito ao do adulto", afirmou. A partir das imagens em três dimensões, José Diogo Martins ia apontando onde estavam "os braços", "as pernas", "os olhos", e, atentando numa sequência do desenvolvimento das mãos até às dez semanas, frisou que, "às 10 semanas, os bebés já têm impressões digitais". M.J.O.