Fórum da Família - 22 Jan 03

Parlamento Europeu: Comité de Desenvolvimento rejeita emendas ao Relatório Sandbaek

             O Comité de Desenvolvimento do Parlamento Europeu rejeitou hoje (21/01/2003) as emendas propostas por Dover-Hannan ao Relatório Sandbaek, aprovado na passada semana em plenário por maioria simples, sobre “Saúde Sexual e Direitos Reprodutivos” nos países em vias de desenvolvimento.

            As regras do Parlamento Europeu impõem que este relatório seja votado de novo em plenário, sem debate nem emendas. A questão mais polémica à volta deste relatório prende-se com a possibilidade de financiamento de abortos com dinheiro proveniente do orçamento de desenvolvimento, impondo, simultaneamente, directivas mais liberalizadoras do aborto nesses países.

            As emendas 10 e 46 propostas por Dover-Hannan inviabilizavam tal utilização de fundos, o que foi rejeitado pela maioria dos membros presentes do Comité durante a reunião de hoje, tendo apenas os votos favoráveis dos eurodeputados Ribeiro e Castro e Diva.

            Mas não se pense que todos os outros membros votaram favoravelmente. Não. Alguns houve que abandonaram a sala antes para não ter que votar. Outros nem sequer lá foram.

            Vemos assim, em momentos como este, como funciona a responsabilidade de alguns eurodeputados que dizem representar quem os elege.

            Lá para Junho de 2004 eles voltarão a dizer aos seus eleitores que estão lá para os representar.