Associação Famílias 19 Mar 04

MENSAGEM  PARA  O  DIA  DO  PAI

 Como habitualmente, celebra-se a 19 de Março o “DIA DO PAI” e, como sempre, procura-se que esse dia sirva para uma celebração e agradecimento a todo o homem que tem a dita de ser Pai mas, também, propiciar-se a oportunidade de se reflectir sobre o papel e importância do exercício da paternidade no mundo em que vivemos. Numa época como a nossa, em que a perda de valores essenciais é uma característica dominante, o exercício da paternidade também se encontra, com demasiada frequência bastante fragilizada por condicionantes endógenas e exógenas àquela função essencial. Por isso faz todo o sentido convidar os Pais, todos os Pais, a neste dia que lhes é particularmente dedicado fazer uma pausa e pensar como tem sido exercida a sua função como Pai. Aquela que os seus filhos esperam de si. Na realidade a função paternal é, uma vez iniciada, para sempre mesmo que o percurso conjugal sofra rupturas divergentes.

 

Os filhos exigem, ainda que o não digam, pais presentes, disponíveis, dialogantes, tolerantes e que exerçam o papel que lhes compete na sua educação, com amor, sem autoritarismos nem permissividade que muitas vezes reveste formas camufladas de verdadeira negligência e desinteresse.

 

A Associação Famílias, cujos objectivos estruturantes são o apoio e promoção da Família, não quer deixar de neste DIA DO PAI chamar a atenção para a importância fundamental de todos os Pais na educação dos filhos, promessas de Futuro, coconstrutores das famílias que vão constituir-se amanhã. Nenhum Pai tem o direito de se demitir, alhear ou não empenhar na educação dos seus filhos.

 

Se o futuro da humanidade passa pela Família, o futuro da Família também passa pelo modo de se ser Pai hoje, assumindo todas as responsabilidades e as alegrias de lhes terem sido confiados os filhos.

 

Como dizia Nietzche: se não há um bom Pai, então invente-se. Acreditamos, porém, que não é necessário inventar novos Pais. O que é urgente é que cada Pai sem receios a sua missão. Então teremos bons Pais.

 

Para todos aqueles que, no meio de tantos desafios e dificuldades, se esforçam por serem bons pais, a Associação Famílias deseja encorajar a serem cada dia um pouco melhores do que no dia anterior. Aos pais que se “esquecem” que são pais, recorda-se que não têm esse direito e que todo o tempo é tempo para cada um se corrigir.

 

Finalmente, gostaríamos de lançar um repto aos filhos para que no DIA DO PAI tenham um gesto, mesmo que simbólico, demonstrativo da gratidão pelo muito que os seus pais têm feito ao longo das suas vidas.

WB00789_.gif (161 bytes)