APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas 

  Comunicado

   Projecção errada de População Residente 

 
O INE publicou hoje mais uma projecção errada de População Residente 2000-2050.

Com efeito, por "artes de mágica", considera como "cenário base" uma evolução do Índice Sintético de Fecundidade para 1.7 em 2050, e "pessimista" a sua evolução para 1.3.

Apresenta-se, abaixo, a evolução deste Índice desde 1982, ano em que cruzou os 2.1, valor necessário para a necessária renovação de gerações e, curiosamente, o número médio de "filhos desejados" conforme o último "Inquérito à Família e Fecundidade" efectuado pelo INE.

Este gráfico mostra, a qualquer pessoa, que a tendência é bem decrescente, tendo apresentado uma ligeira recuperação entre 1995 e 2000 devido ao extraordinário pico de nascimentos em 1975.

Perante tão insistente e grosseiro erro nas projecções que o INE tem vindo a fazer, a APFN apela ao Governo que:

1 - Investigue quem tem executado, revisto e aprovado estas projecções e exija explicações públicas dos consecutivos erros;

2 - Solicite ao INE uma projecção verosímil, que, como qualquer pessoa verá, deverá incluir como cenário base uma continuada redução do Índice Sintético de Fecundidade até 1.0 em 2050.

3 - Alerte a população portuguesa para a inevitável falência do Sistema de Segurança Social, a não ser que se acabe de vez com toda a pressão económica e social que é exercida sobre os casais de modo a não irem além de um a dois filhos, e possam ter a sua desejada média de 2.1 filhos por casal, como acontece com os casais portugueses residentes em França.

A propósito, a APFN reafirma o seu apoio aos "100 compromissos" assumidos pelo Governo que, apesar de positivos, deverão ser fortemente reforçados a fim de se inverter esta tendência.

APFN - Associação Portuguesa de Famílias Numerosas  

Rua 3A à Urbanização da Ameixoeira
Área 3, Lote 1, Loja A
1750-084 Lisboa

Tel: 217 552 603 - 917 219 197
Fax: 217 552 604
 

Para saber mais:

 
Se tem 3 ou mais filhos, concorda com os nossos Princípios e Estatutos e deseja ser sócio,  
 
 
Se quiser deixar de receber comunicados da APFN, envie um email para apfn@apfn.com.pt com o assunto "Remover" 
Nota importante: é necessário que seja enviado a partir da conta de correio electrónico onde foi recebido este comunicado.

 

WB00789_.gif (161 bytes)